A Zona De Conforto É Inimiga Da Progressão

Aos adeptos da zona de conforto deixaremos algumas dicas para aos poucos
melhorar a prestação, contrariando as práticas e o estilo de vida sedentário:
• Durante as sessões de treino, pontualmente devemos tentar elevar a
nossa frequência cardíaca por forma a tornar a prática desportiva
estimulante obrigando o nosso corpo a adaptações, tornando-o assim
mais eficiente.
• Os cardiofrequencimetros e os receptores de pulso são gadgets que nos
ajudam a parametrizar algumas variáveis. No que respeita a “escutar” o
coração em particular, os cardiofrequencimentros conseguem registar as
bpm (numero de contracções do coração num minuto) e ajudam a
interpretar o nosso coração. Assim sendo e com uma zona alvo de treino
definida temos a garantia de que o treino é seguro, estimulante e
especifico, tendo em conta a real condição física do praticante.
• Nos nossos smartphones podemos escolher instalar aplicações que nos
auxiliam incentivando a prática de actividade física e assim reduzindo os
momentos mais sedentários.
• O melhor exercício é sempre aquele que conseguimos cumprir! Posto isto
aos iniciantes pode ser aconselhado começar com rotinas de treino de
curta duração onde os tempos de descanso não comprometem o plano de
treino e a sua eficácia.
• Treina com um profissional qualificado e que saiba escutar as tuas reais
necessidades, quando iniciares o teu plano de treino lembra-te que não se
trata de mais um afazer sem conteúdo, treinar é investir na saúde e saúde
é autonomia que normalmente se materializa em: futuro de qualidade.

Elaborado por:
Filipe da Silva Batalha e Solange Catarina Alves dos Santos, Estúdio Treino